ASEAN and Fourth Industrial Revolution :: ASEAN e a 4.ª Revolução :- อาเซียนและการปฏิวัติอุตสาหกรรมครั้งที่ 4 :. ASEAN dan Revolusi Industri Keempat

ASEAN Leaders

Despite the theme of the Fourth Industrial Revolution, messages of deeper integration and strengthened co-operation made their way into ASEAN leaders’ keynote speeches as they gathered today in Hà Nội for the plenary session of the World Economic Forum on ASEAN.

Realising the immense opportunities that the new era of digitalization and automation might bring, but still anxious over the daunting challenges, leaders from the regional bloc that represents the world’s fifth largest economy emphasized the need to join hands and work together.

Prime Minister of host country Việt Nam Nguyễn Xuân Phúc suggested several intraregional co-operation mechanisms in several fields pertinent to Industry 4.0. PM Phúc called for a regional data sharing mechanism and a cross-ASEAN mobile network, saying that “data is the cornerstone of Industry 4.0.”

The Vietnamese Government leader also regarded the small- and medium-sized enterprise community as “the backbone of the ASEAN economy,” and recommended establishing a talent incubator, saying that a start-up atmosphere is “truly permeating the region” as “ASEAN is known as the cradle of many new and innovative ideas around the world.”

Apesar do tema da Quarta Revolução Industrial, as mensagens de integração mais profunda e cooperação reforçada fizeram o seu caminho em discursos de líderes da ASEAN como eles se reuniram hoje em Hà Nội para a sessão plenária do Fórum Econômico Mundial sobre ASEAN.

Percebendo as imensas oportunidades que a nova era de digitalização e automação pode trazer, mas ainda ansiosos sobre os desafios assustadores, os líderes do bloco regional que representa a quinta maior economia do mundo enfatizaram a necessidade de unir as mãos e trabalhar juntos.

O Primeiro Ministro do país anfitrião, Việt Nam Nguyễn Xuân Phúc, sugeriu vários mecanismos de cooperação intrarregional em vários campos pertinentes à Indústria 4.0. O PM Phúc pediu um mecanismo regional de compartilhamento de dados e uma rede móvel ASEAN, dizendo que “os dados são a base da Indústria 4.0”.

O líder do governo vietnamita também considerou a comunidade de pequenas e médias empresas como “a espinha dorsal da economia da ASEAN” e recomendou a criação de uma incubadora de talentos, dizendo que uma atmosfera de start-up está “verdadeiramente permeando a região”. conhecido como o berço de muitas ideias novas e inovadoras em todo o mundo. ”

 

Việt Nam also wants to push forward with its agenda of creating an ASEAN education network and system for life-long learning to help people adapt to rapid changes in the job market.

Following PM Phúc, Singaporean Prime Minister Lee Hsien Loong affirmed ASEAN’s commitment to staying connected and pushing towards resilience and innovation.

“We need to strengthen the rules-based multilateral trading system – it has underpinned our growth and stability but is under pressure and under threat,” he said.

Sharing the same sentiment, Chinese Vice Premier Hu Chunhua conveyed the country’s message for upholding an open global economy against the threats of rising protectionism.

O Vietnam também quer avançar com sua agenda de criação de uma rede de educação da ASEAN e de um sistema de aprendizagem ao longo da vida para ajudar as pessoas a se adaptarem às rápidas mudanças no mercado de trabalho.Após o primeiro-ministro Phúc, o primeiro-ministro de Cingapura, Lee Hsien Loong, afirmou o compromisso da ASEAN em manter-se conectada e avançar em direção à resiliência e à inovação.”Precisamos fortalecer o sistema de comércio multilateral baseado em regras – ele sustentou nosso crescimento e estabilidade, mas está sob pressão e sob ameaça”, disse ele.

Compartilhando o mesmo sentimento, o vice-premiê chinês, Hu Chunhua, transmitiu a mensagem do país por defender uma economia global aberta contra as ameaças de crescente protecionismo.

Without specifically naming the US and President Donald Trump, with whom China is embroiled in an escalating trade war, Hu Chunhua criticised “some countries’ protectionist and unilateral measures that gravely undermine the rule-based trading regime and cause hazard to the world’s economy,” while at the same time, affirming China’s commitments towards an open, connective and inclusive global economy.

“China’s resolve to open its doors even wider will not change, we will pursue opening up at its own pace. This will offer opportunities for ASEAN countries and beyond,” he said.

The Chinese vice premier also took the platform to court ASEAN countries to join its flagship ‘Belt and Road’ initiative, with promises of win-win co-operation, through mutual vision in innovation-driven growth.

On a lighter note in an otherwise sombre event, Indonesian President Joko Widodo referenced Marvel comic villain Thanos, who wanted to wipe out half of life in the universe, through random probability, so that the surviving half may prosper given limited resources. Joko used the comic book figure to speak of the increasingly real threats of trade spats and pledged to defend liberalism and integration efforts. Thanos was not one single person, but “inside all of us,” Widodo said.

Sem nomear especificamente os EUA eo presidente Donald Trump, com quem a China está envolvida em uma guerra comercial crescente, Hu Chunhua criticou “medidas protecionistas e unilaterais de alguns países que solapam gravemente o regime comercial baseado em regras e causam riscos à economia mundial” enquanto, ao mesmo tempo, afirma os compromissos da China para uma economia global aberta, conectiva e inclusiva.

“A determinação da China em abrir ainda mais as portas não mudará, continuaremos abrindo em seu próprio ritmo. Isso oferecerá oportunidades para os países da ASEAN e além ”, disse ele.

O vice-primeiro-ministro chinês também levou a plataforma aos tribunais da ASEAN para se juntarem à iniciativa “Belt and Road”, com promessas de cooperação em que todos ganham, através da visão mútua de crescimento impulsionado pela inovação.

Em uma nota mais clara em um evento sombrio, o presidente indonésio Joko Widodo fez referência ao vilão da Marvel Thanos, que queria eliminar metade da vida no universo, por meio de probabilidade aleatória, para que a metade sobrevivente pudesse prosperar com recursos limitados. Joko usou a figura da revista em quadrinhos para falar das ameaças cada vez mais reais de disputas comerciais e se comprometeu a defender o liberalismo e os esforços de integração. Thanos não era uma pessoa solteira, mas “dentro de todos nós”, disse Widodo.

 

“It’s the misguided belief that in order for us to succeed, others must surrender. It is the misperception that the rise of some must mean the decline of others,” the Indonesian president said.

San Suu Kyi, State Counsellor of Myanmar, meanwhile, expressed her conviction that Industry 4.0 will be led by the younger generation, who will use their strength, creativity, and mastery of technology to facilitate the country’s entry into a new era.

“Myanmar is one of those countries that have practically bypassed the industrial revolution and we were forced to run straight into the fourth one,” she said, subtly referring to the “lost decades” of isolationism when Myanmar was under a military junta regime that gave way to a civilian government less than ten years ago.

The country has been playing catch-up with the rest of the world and are doing well in this regard, citing examples of cell phone prices dropping from over US$1500 to $1.50, and nationwide broadband growing from virtual non-existence in just five years, she said, adding “one quantum leap leads to another”, referring to the increasingly popular e-banking and e-commerce platforms in Myanmar.

San Suu Kyi believed that the most crucial aspect of the fourth industrial revolution remains the human factor, with Myanmar’s approach being based on the “creativity, empathy, and stewardship of our people, especially of the young.”

“É a crença equivocada de que, para termos sucesso, outros devem render-se. É a percepção errónea de que a ascensão de alguns deve significar o declínio de outros ”, disse o Presidente indonésio.

San Suu Kyi, Conselheira Estadual de Mianmar, por sua vez, expressou sua convicção de que a Indústria 4.0 será liderada pela geração mais jovem, que usará sua força, criatividade e domínio da tecnologia para facilitar a entrada do país em uma nova era.

“Mianmar é um daqueles países que praticamente contornou a revolução industrial e fomos forçados a ir direto para o quarto”, disse ela, referindo-se sutilmente às “décadas perdidas” de isolacionismo quando Mianmar esteve sob um regime de junta militar que deu caminho para um governo civil menos de dez anos atrás.

O país vem enfrentando o resto do mundo e está indo bem nesse sentido, citando exemplos de queda nos preços de telefones celulares de mais de US $ 1.500 para US $ 1.50, e a banda larga em todo o país crescendo a partir da virtual inexistência em apenas cinco anos. Ela disse, acrescentando que “um salto quântico leva a outro”, referindo-se às plataformas cada vez mais populares de e-banking e e-commerce em Mianmar.

San Suu Kyi acredita que o aspecto mais crucial da quarta revolução industrial continua sendo o fator humano, com a abordagem de Mianmar sendo baseada na “criatividade, empatia e mordomia de nosso povo, especialmente dos jovens”.

Original source: Viet Nam News
Published on 12 September 2018

happy-new-year-asean

Islamic Law and Roman Law – :. – Lei Islâmica e Lei Romana

livros2222-1

Islamic Law – The most widespread type of religious law, it is the legal system enforced in over 30 countries, particularly in the Near East, but also in Central and South Asia, Africa, and Indonesia. In many countries Islamic law operates in tandem with a civil law system. Islamic law is embodied in the sharia, an Arabic word meaning “the right path.” Sharia covers all aspects of public and private life and organizes them into five categories: obligatory, recommended, permitted, disliked, and forbidden. The primary sources of sharia law are the Qur’an, believed by Muslims to be the word of God revealed to the Prophet Muhammad by the angel Gabriel, and the Sunnah, the teachings of the Prophet and his works. In addition to these two primary sources, traditional Sunni Muslims recognize the consensus of Muhammad’s companions and Islamic jurists on certain issues, called ijmas, and various forms of reasoning, including analogy by legal scholars, referred to as qiyas. Shia Muslims reject ijmas and qiyas as sources of sharia law.

——————————————- ———————————— ————————————

Lei Islâmica – O tipo mais difundido de lei religiosa, é o sistema legal aplicado em mais de 30 países, particularmente no Oriente Próximo, mas também na Ásia Central e do Sul, África e Indonésia. Em muitos países, a lei islâmica opera em conjunto com um sistema de direito civil. A lei islâmica é incorporada na sharia, uma palavra árabe que significa “o caminho certo”. A sharia cobre todos os aspectos da vida pública e privada e os organiza em cinco categorias: obrigatória, recomendada, permitida, antipatizada e proibida. As fontes primárias da lei sharia são o Alcorão, que os muçulmanos acreditam ser a palavra de Deus revelada ao profeta Maomé pelo anjo Gabriel e a Sunnah, os ensinamentos do Profeta e suas obras. Além dessas duas fontes primárias, os muçulmanos sunitas tradicionais reconhecem o consenso dos companheiros de Maomé e dos juristas islâmicos em certas questões, chamadas ijmas, e várias formas de raciocínio, incluindo a analogia de estudiosos do direito, chamados de qiyas. Os muçulmanos xiitas rejeitam ijmas e qiyas como fontes da lei sharia.


 

Roman Law (the law code of the ancient Romans, which forms the basis of civil law in many countries today) – A type of civil law developed in ancient Rome and practiced from the time of the city’s founding (traditionally 753 B.C.) until the fall of the Western Empire in the 5th century A.D. Roman law remained the legal system of the Byzantine (Eastern Empire) until the fall of Constantinople in 1453. Preserved fragments of the first legal text, known as the Law of the Twelve Tables, dating from the 5th century B.C., contained specific provisions designed to change the prevailing customary law. Early Roman law was drawn from custom and statutes; later, during the time of the empire, emperors asserted their authority as the ultimate source of law. The basis for Roman laws was the idea that the exact form – not the intention – of words or of actions produced legal consequences. It was only in the late 6th century A.D. that a comprehensive Roman code of laws was published (see Civil Law above). Roman law served as the basis of law systems developed in a number of continental European countries.


 

Lei romana (o código da lei dos antigos romanos, que constitui a base do direito civil em muitos países hoje) – Um tipo de lei civil desenvolvido na Roma antiga e praticado desde a época da fundação da cidade (tradicionalmente 753 aC) até a queda do Império do Ocidente no século 5 dC A lei romana permaneceu o sistema legal do Império Bizantino (Império do Oriente) até a queda de Constantinopla em 1453. Preservou fragmentos do primeiro texto legal, conhecido como a Lei das Doze Tabelas, datando do Século V aC, continha disposições específicas destinadas a alterar a lei consuetudinária vigente. A antiga lei romana foi extraída de costumes e estatutos; mais tarde, durante a época do império, os imperadores afirmaram sua autoridade como a fonte última da lei. A base para as leis romanas era a ideia de que a forma exata – não a intenção – das palavras ou das ações produzia conseqüências legais. Foi somente no final do século VI dC que um código de leis romano abrangente foi publicado (ver Lei Civil acima). O direito romano serviu de base aos sistemas de lei desenvolvidos em vários países da Europa continental.

Ass.Republica-P

 

International Law :. Direito Internacional

International Law is the law of the international community, or the body of customary rules and treaty rules accepted as legally binding by states in their relations with each other. International law differs from other legal systems in that it primarily concerns sovereign political entities. There are three separate disciplines of international law: public international law, which governs the relationship between provinces and international entities and includes treaty law, law of the sea, international criminal law, and international humanitarian law; private international law, which addresses legal jurisdiction; and supranational law – a legal framework wherein countries are bound by regional agreements in which the laws of the member countries are held inapplicable when in conflict with supranational laws. At present the European Union is the only entity under a supranational legal system. The term “international law” was coined by Jeremy Bentham in 1780 in his Principles of Morals and Legislation, though laws governing relations between states have been recognized from very early times (many centuries B.C.). Modern international law developed alongside the emergence and growth of the European nation-states beginning in the early 16th century. Other factors that influenced the development of international law included the revival of legal studies, the growth of international trade, and the practice of exchanging emissaries and establishing legations. The sources of International law are set out in Article 38-1 of the Statute of the International Court of Justice within the UN Charter.

———————————————————-

O Direito Internacional consiste no conjunto de leis da comunidade internacional, ou o conjunto de regras consuetudinárias e regras de tratados aceitas como legalmente vinculantes pelos Estados nas relações entre si. O direito internacional difere de outros sistemas jurídicos na medida em que diz respeito principalmente a entidades políticas soberanas.
Existem três disciplinas separadas do direito internacional: (1) o direito internacional público, que rege a relação entre províncias e entidades internacionais e inclui o direito dos tratados, o direito do mar, o direito penal internacional e o direito internacional humanitário; (2) direito internacional privado, que trata da jurisdição legal; e (3) lei supranacional – uma estrutura legal na qual os países estão vinculados por acordos regionais nos quais as leis dos países membros são consideradas inaplicáveis quando em conflito com leis supranacionais.
Actualmente, a União Europeia é a única entidade sob um sistema legal supranacional.
O termo “lei internacional” foi cunhado por Jeremy Bentham em 1780 em seus Princípios de Moral e Legislação, embora as leis que governam as relações entre os estados tenham sido reconhecidas desde muito cedo (muitos séculos a.C.). O direito internacional moderno desenvolveu-se paralelamente ao surgimento e crescimento dos estados-nação europeus a partir do início do século XVI. Outros fatores que influenciaram o desenvolvimento do direito internacional incluíram o relançamento dos estudos jurídicos, o crescimento do comércio internacional e a prática de trocar emissários e estabelecer legações. As fontes do Direito Internacional estão estabelecidas no Artigo 38.º n.º 1 do Estatuto do Tribunal Internacional de Justiça dentro da Carta da ONU.

What is”Customary Law”? :: O que é a “Lei Consuetudinária ou Costumeira”?

escudo viking

O Direito Consuetudinário é um tipo de sistema legal que serve de base ou influenciou as leis atuais em aproximadamente 40 países – a maioria na África, mas alguns nas ilhas do Pacífico, na Europa e no Oriente Próximo. O direito consuetudinário é também referido como “lei primitiva”, “lei não escrita”, “lei indígena” e “direito popular”. Não existe uma história única do direito consuetudinário como a encontrada no direito civil romano, no direito comum inglês, na lei islâmica ou no Código Civil Napoleónico. Os primeiros sistemas de lei na sociedade humana eram costumeiros e geralmente desenvolvidos em pequenas comunidades agrárias e de caçadores-coletores. Como o termo implica, o direito consuetudinário é baseado nos costumes de uma comunidade. Atributos comuns dos sistemas jurídicos consuetudinários são que raramente são escritos, eles incorporam um conjunto organizado de regras que regulam as relações sociais e são acordados pelos membros da comunidade. Embora tais sistemas de lei incluam sanções para infrações legais, a resolução tende a ser reconciliatória e não punitiva. Vários estados africanos praticaram o direito consuetudinário muitos séculos antes das influências coloniais.

 

Customary Law is a type of legal system that serves as the basis of, or has influenced, the present-day laws in approximately 40 countries – mostly in Africa, but some in the Pacific islands, Europe, and the Near East. Customary law is also referred to as “primitive law,” “unwritten law,” “indigenous law,” and “folk law.” There is no single history of customary law such as that found in Roman civil law, English common law, Islamic law, or the Napoleonic Civil Code. The earliest systems of law in human society were customary, and usually developed in small agrarian and hunter-gatherer communities. As the term implies, customary law is based upon the customs of a community. Common attributes of customary legal systems are that they are seldom written down, they embody an organized set of rules regulating social relations, and they are agreed upon by members of the community. Although such law systems include sanctions for law infractions, resolution tends to be reconciliatory rather than punitive. A number of African states practiced customary law many centuries prior to colonial influences.

Rumi – Citações :. Citations – 2

feng shui bussula

“A tristeza prepara-te para a alegria. Ela violentamente varre tudo para fora da tua casa, de modo a que uma nova alegria pode encontrar espaço para entrar. Ela sacode as folhas amarelas do galho do teu coração, para que, folhas verdes podem crescer em seu lugar. Ela puxa as raízes podres, de modo que novas raízes escondidas embaixo tenham espaço para crescer. Qualquer que seja a tristeza, sacuda-a de seu coração, coisas muito melhores tomarão o seu lugar. ”


“Sadness prepares you for joy. She violently sweeps everything out of your house, so that a new joy can find room to enter. It shakes the yellow leaves from the branch of your heart, so that green leaves can grow in its place. It pulls the rotten roots so that new roots hidden underneath have room to grow. Whatever the sadness, shake it from your heart, much better things will take its place.

Rumi – Citações :. Citations

livros2222-1

Eleve suas palavras, não a sua voz. É a chuva que faz as flores crescerem, não os trovões.

Quando a luz volta para a sua fonte ela não leva nada daquilo que ela iluminou.

Rumi – Citações e Aforismos

 

Elevate your words, not your voice. It is the rain that makes the flowers grow, not the thunder.

When the light returns to its source it carries nothing of what it illuminated.

feng shui bussula