Best Destination After Retirement :. Melhor destino após a aposentação ҉

Palácio da Pena-Sintra_Portugal

Best Destination After Retirement

The Annual Retirement Index takes into account the infrastructure, fiscal benefits and quality of life of the countries to determine the best destination to retire after retirement.

The Annual Retirement Index has determined which are the best destinations to retire, and in the top 10 of the list are 6 Latin American countries.

The magazine International Living has made its Annual Retirement Index, and has placed Panama in first place as the best destination to retire after retirement. This country has taken first place for its infrastructure, its climate, and for the legal and financial benefits it offers, although this index is focused on the English-speaking pensioner community, which means that if English is spoken in the country of destination, more likely to be in the first places.

This is the top 10 of the best destinations to retire after retirement, according to the Annual Retirement Index:

  1. Panama
  2. Costa Rica
  3. Mexico
  4. Ecuador
  5. Malaysia
  6. Colombia
  7. Portugal
  8. Peru
  9. Thailand
  10. Spain

——————-

picture37

Melhor destino após a aposentação

O Índice Anual de Aposentação leva em consideração a infraestrutura, os benefícios fiscais e a qualidade de vida dos países para determinar o melhor destino para aposentados.

O Índice Anual de Aposentadoria determinou quais são os melhores destinos para se aposentar, e no top 10 da lista estão 6 países da América Latina.

A revista International Living fez o seu Índice Anual de Aposentadoria e colocou o Panamá em primeiro lugar como o melhor destino para aposentados. Este país ficou em primeiro lugar por sua infra-estrutura, seu clima e pelos benefícios legais e financeiros que oferece, embora este índice esteja voltado para a comunidade de pensionistas que falam inglês, o que significa que, se o inglês é falado no país de destino, mais provável estar nos primeiros lugares.

Este é o top 10 dos melhores destinos para gozar  a aposentadoria, de acordo com o Índice Anual de Aposentadoria:

  1. Panamá
  2. Costa Rica
  3. México
  4. Equador
  5. Malásia
  6. Colômbia
  7. Portugal
  8. Peru
  9. Tailândia
  10. Espanha

 

Another record year for electric cars :. Mais um ano recorde para carros eléctricos

automotive

Another record year for electric cars

Fonte/Source: http://www.iea.org Global EV Outlook 2018.

The number of electric and plug-in hybrid cars on the world’s roads exceeded 3 million in 2017, a 54% increase compared with 2016, according to the latest edition of the International Energy Agency’s Global Electric Vehicles Outlook.

China remained by far the largest electric car market in the world, accounting for half sold last year. Nearly 580,000 electric cars were sold in China in 2017, a 72% increase from the previous year. The United States had the second-highest, with about 280,000 cars sold in 2017, up from 160,000 in 2016.

Nordic countries remain leaders in market share. Electric cars accounted for 39% of new car sales in Norway, making it the world leader in electric vehicle (EV) market share. In Iceland, new EV sales were 12% of the total while the share reached 6% in Sweden. Germany and Japan also saw strong growth, with sales more than doubling in both countries from their 2016 levels.

Electric mobility is not limited to cars. In 2017, the stock of electric buses rose to 370,000 from 345,000 in 2016, and electric two-wheelers reached 250 million. The electrification of these modes of transport has been driven almost entirely by China, which accounts for more than 99% of both electric bus and two-wheeler stock, though registrations in Europe and India are also growing.

Charging infrastructure is also keeping pace. In 2017, the number of private chargers at homes and workplaces was estimated at almost 3 million worldwide. In addition, there were about 430,000 publicly accessible chargers worldwide in 2017, a quarter of which were fast chargers.
Fast chargers are especially important in densely populated cities and serve an essential role in boosting the appeal of EVs by enabling long-distance travel.

The growth of EVs has largely been driven by government policy, including public procurement programmes, financial incentives reducing the cost of purchase of EVs, tightened fuel-economy standards and regulations on the emission of local pollutants, low- and zero-emission vehicle mandates and a variety of local measures, such as restrictions on the circulation of vehicles based on their pollutant emission performances.

The rapid uptake of EVs has also been helped by progress made in recent years to improve the performance and reduce the costs of lithium-ion batteries. However, further battery cost eductions and performance improvements are essential to improve the appeal of EVs. These are achievable with a combination of improved chemistries, increased production scale and battery sizes, according to the report. Further improvements are possible with the transition to technologies beyond lithium-ion.

Innovations in battery chemistry will also be needed to maintain growth as there are supply issues with core elements that make up lithium-ion batteries, such as nickel, lithium and cobalt.
The supply of cobalt is particularly subject to risks as almost 60% of the global production of cobalt is currently concentrated in the Democratic Republic of Congo.

Additionally, the capacity to refine and process raw cobalt is highly concentrated, with China controlling 90% of refining capacity. Even accounting for ongoing developments in battery chemistry, cobalt demand for EVs is expected to be between 10 and 25 times higher than current levels by 2030.

The report notes that ensuring the increased uptake of EVs while meeting social and
environmental sustainability goals requires the adoption and enforcement of minimum
standards on labour and environmental conditions. The environmental sustainability of batteries also requires the improvement of end-of-life and material recycling processes.

Looking forward, supportive policies and cost reductions are likely to lead to continued
significant growth in the EV market. In the IEA’s New Policies Scenario, which takes into
account current and planned policies, the number of electric cars is projected to reach 125 million units by 2030. Should policy ambitions rise even further to meet climate goals and other sustainability targets, as in the EV30@30 Scenario, the number of electric cars on the road could be as high as 220 million in 2030.

The IEA’s latest Tracking Clean Energy Progress report shows that EVs are one of the 4 technologies out of 38 that are on track to meet long-term sustainability goals.

Mais um ano recorde para carros eléctricos

Fonte/Source: http://www.iea.org Global EV Outlook 2018.

O número de carros híbridos eléctricos e plug-in nas estradas do mundo ultrapassou 3 milhões em 2017, um aumento de 54% em comparação com 2016, de acordo com a última edição do Global Electric Vehicles Outlook da Agência Internacional de Energia.
A China permaneceu de longe o maior mercado de carros elétricos do mundo, respondendo pela metade vendida no ano passado. Quase 580.000 carros elétricos foram vendidos na China em 2017, um aumento de 72% em relação ao ano anterior. Os Estados Unidos tiveram o segundo mais alto, com cerca de 280.000 carros vendidos em 2017, acima dos 160.000 em 2016.
Os países nórdicos continuam líderes em participação de mercado. Os carros elétricos foram responsáveis por 39% das vendas de carros novos na Noruega, tornando-o líder mundial em participação de mercado de veículos elétricos (EV). Na Islândia, as novas vendas de veículos elétricos foram 12% do total, enquanto a participação atingiu 6% na Suécia. A Alemanha e o Japão também registraram um forte crescimento, com as vendas mais do que dobrando em ambos os países em relação aos níveis de 2016.

A mobilidade elétrica não se limita aos carros. Em 2017, o estoque de autocarros elétricos
subiu para 370 mil, de 345 mil em 2016, e os de duas rodas atingiram 250 milhões. A
eletrificação desses meios de transporte tem sido impulsionada quase inteiramente pela China, que responde por mais de 99% do estoque de autocarros elétricos e de veículos de duas rodas, embora os registos na Europa e na Índia também estejam crescendo.

A infraestrutura de recarga também está acompanhando o ritmo. Em 2017, o número de
carregadores privados em residências e locais de trabalho foi estimado em quase 3 milhões em todo o mundo. Além disso, em 2017, havia cerca de 430.000 carregadores acessíveis ao público em todo o mundo, dos quais um quarto era de carregadores rápidos. Os carregadores rápidos são especialmente importantes em cidades densamente povoadas e desempenham um papel essencial no aumento do apelo dos VEs ao possibilitar viagens de longa distância.
O crescimento dos VEs tem sido impulsionado principalmente pela política do governo,
incluindo programas de compras públicas, incentivos financeiros para reduzir o custo de
compra de VEs, padrões mais rígidos de economia de combustível e regulamentações sobre a emissão de poluentes locais, de veículos de baixa e zero emissões e uma variedade de medidas locais, tais como restrições à circulação de veículos com base em seus desempenhos de emissão de poluentes.
A rápida absorção de VEs também foi ajudada pelo progresso feito nos últimos anos para
melhorar o desempenho e reduzir os custos das baterias de íons de lítio. No entanto, mais reduções nos custos da bateria e melhorias no desempenho são essenciais para melhorar o apelo dos VEs. Estes são alcançáveis com uma combinação de produtos químicos melhorados, maior escala de produção e tamanhos de bateria, de acordo com o relatório.

Outras melhorias são possíveis com a transição para tecnologias além do íon de lítio.
Inovações em química de baterias também serão necessárias para manter o crescimento, já que há problemas de fornecimento com os principais elementos que compõem as baterias de íones de lítio, como níquel, lítio e cobalto. O fornecimento de cobalto está particularmente sujeito a riscos, já que quase 60% da produção global de cobalto está atualmente concentrada na República Democrática do Congo.
Além disso, a capacidade de refinar e processar cobalto cru é altamente concentrada, com a China controlando 90% da capacidade de refino. Mesmo considerando os desenvolvimentos em andamento na química de baterias, espera-se que a procura de cobalto para VEs seja entre 10 e 25 vezes maior do que os níveis atuais até 2030.
O relatório observa que assegurar a maior aceitação dos veículos elétricos, atendendo às
metas de sustentabilidade social e ambiental, requer a adoção e aplicação de padrões mínimos sobre condições trabalhistas e ambientais. A sustentabilidade ambiental das baterias também requer a melhoria dos processos de reciclagem de fim de vida e de material.
Olhando para o futuro, as políticas de suporte e as reduções de custos provavelmente levarão a um crescimento significativo continuado no mercado de EV. No novo Cenário de Políticas da AIE, que leva em conta as políticas atuais e planeadas, o número de carros elétricos está projetado para atingir 125 milhões de unidades até 2030. As ambições de políticas devem crescer ainda mais para atingir as metas climáticas e outras metas de sustentabilidade, como no cenário EV30@30, o número de carros elétricos na estrada pode chegar aos 220 milhões em 2030.
O mais recente relatório de Monitorização do Progresso da Energia Limpa da AIE mostra que os VEs são uma das 4 tecnologias de entre 38 que estão no caminho certo para atingir as metas de sustentabilidade de longo prazo.

Choose your words wisely :: Pondera as tuas palavras :.

tinturaria turca

At some time or another we fall victim to our ego, our fears, and our insecurities. We allow them to speak for us, from a place inside of us that’s not truly our own.

As a result we say things ,we do not mean and hurt those who we only want to love.

Choose your words wisely. Words have power to build and destroy as well. It’s your words that make you friends or enemies.

One person’s momentary slip of tongue may become scars on another person’s heart. You never know for how long your words will stay in someone’s mind, even long after you’ve forgotten you spoke them.

CIMG0052

Em algum momento ou outro, somos vítimas de nosso ego, dos nossos medos e, ou das nossas inseguranças. Nós permitimos que eles falem por nós, de um lugar dentro de nós que não é verdadeiramente nosso. Como resultado, dizemos coisas que não queríamos dizer e ferir aqueles que só queremos amar.

Escolha as suas palavras com sabedoria. Palavras têm poder para construir e destruir também. São as suas palavras que fazem os seus amigos ou inimigos.

O deslize momentâneo de uma pessoa pode-se tornar uma cicatriz no coração de outra pessoa.

Você nunca sabe por quanto tempo as suas palavras permanecerão na mente de alguém, mesmo depois de você ter esquecido de tê-las falado.

The Art of Knowing is knowing what to ignore :. A Arte do Saber é saber o que ignorar (PT) :. El arte del saber es saber qué ignorar (SP) :. 知ることの芸術は何を無視するべきかを知っている (JP) :. ศิลปะแห่งการรู้คือรู้ว่าจะต้องเพิกเฉย (TH)

rumi 2

The Art of Knowing is knowing what to ignore. Whatever the sadness, shake it from your heart, much better things will take its place. It shakes the yellow leaves from the branch of your heart, so that green leaves can grow in its place. It pulls the rotten roots so that hidden roots underneath have room to grow.

Do not fret (worry). Anything you lose comes back any other way.   Rumi.

buddha a

A Arte do Saber é saber o que ignorar. Qualquer que seja a tristeza, sacuda-a de seu coração, coisas muito melhores tomarão o seu lugar. Ela sacode as folhas amarelas do galho do seu coração, para que, folhas verdes podem crescer em seu lugar. Ela puxa as raízes podres, de modo que novas raízes escondidas em baixo tenham espaço para crescer.

Não se aflija. Qualquer coisa que você perde volta de outra forma. Rumi.

2-cabeças

El arte de saber es saber qué ignorar. Cualquiera que sea la tristeza, sacúdala de tu corazón, cosas mucho mejores tomarán su lugar. Sacude las hojas amarillas de la rama de tu corazón, para que las hojas verdes puedan crecer en su lugar. Tira las raíces podridas para que las raíces ocultas debajo tengan espacio para crecer.

No se preocupe. Todo lo que pierdas vuelve de otra manera. Rumi.