Verdades? :. Truths? (Sim para mim)(Yes to me)

É mil vezes melhor ter bom senso sem educação do que educação sem bom senso.

Source & Merits: https://parkhe.com/ 




É mil vezes melhor ter bom senso sem educação do que educação sem bom senso. (Robert Green Ingersoll)
==========
It’s more dangerous to have education and lack common sense than it is to have common sense and lack education.
It is a thousand times better to have common sense without education than to have education without common sense. (Robert Green Ingersoll)





Todos nós morremos, mas nem todos vivemos de verdade.
Todo homem morre. Nem todo homem realmente vive. (William wallace)
-------
we all die, but not all of us actually live.
Every man dies. Not every man really lives. (William wallace)

Todos nós morremos, mas nem todos vivemos de verdade. Todo homem morre. Nem todo homem realmente vive.

Sobre a Vida e gratidão :. About Life and gratitude -3

A felicidade está em deixar de reclamar por aquilo que não conseguistes, e passar a agradecer por aquilo que não perdestes.

Happiness is to stop complaining about what you didn't get, and to start thanking you for what you didn't lose.

Obrigado Senhor, pelo Seu maravilhoso amor.

Muitas coisas bonitas não podem ser vistas ou tocadas, elas são sentidas dentro do coração. O que você fez por mim, é uma delas. E eu agradeço do fundo do meu coração. Obrigado!

Thank you, Lord, for your wonderful love.
Many beautiful things cannot be seen or touched, they are felt within the heart. What you did for me, is one of them. And I thank you from the bottom of my heart. Thank you!

Tudo começou a dar certo quando eu parei de pedir chorando e comecei a agradecer sorrindo.

Everything started to work out when I stopped asking crying and started to thank smiling.




Sobre a Vida :. About life 2

Se você encontrar um caminho sem obstáculos, ele provavelmente não leva a lugar nenhum. (Frank A. Clark)

Cada escolha, uma oportunidade. Cada queda, um aprendizado. Cada atitude, uma consequência.

Não viva para que sua presença seja notada, mas para que sua falta seja sentida.

Nunca mude seu jeito de ser pra satisfazer as pessoas que você gosta. Pois quem gosta de você não te muda, mas te completa.

If you find an unobstructed path, it probably leads nowhere.

Every choice, an opportunity. Every fall, an apprenticeship. Every attitude, a consequence.

Don't live so that your presence is noticed, but so that you are missed.

Never change your way of being to satisfy the people you like. Because those who like you don't change you, but complete you.



TREATING BACK PAIN WITHOUT SURGERY

BaraBoneBlog

Below are 7 ways to treat chronic back pain without surgery:

(1) Diet
Some diet can trigger inflammation, especially those high in fats, refined sugars and processed foods. Consult your doctor or a dietician about the type of foods that will not trigger inflammation.

(2) Meditation
Chronic back pain is straining emotionally and physically. To manage the frustration, irritability and other psychological aspects of dealing with chronic pain you should consider rehabilitation psychologist who may recommend meditation, yoga and other cognitive and relaxation strategies to keep your mind away from focusing on the pain.

(3) Alternative Treatments
Acupuncture, massage and other nonsurgical spine treatments can make a difference for chronic back pain. Talk to your doctor about alternative treatments that could benefit you.

(4) Lifestyle Modifications
When you have chronic back pain, it is important to accept your limitations and adapt. Take note of the activities that worsen your pain…

View original post 187 more words

Peter Paul Rubens, grande pintor do barroco flamengo

Créditos & Fonte: https://culturalizando.blog/2021/03/21/peter-paul-rubens-pintor-do-barroco-flamengo/
A quem agradeço a qualidade do post.

Culturalizando

Peter Paul Rubens nasceu no ano de 1577 e também é um artista da Idade de Ouro Holandesa, o pintor se encaixa no movimento artístico do Barroco Flamengo, junto com Anthony Van Dyck. Rubens é considerado como um dos grandes mestres mais importantes artistas desta corrente do Barroco Flamengo. Ele figura entre artistas que produziram um novo tipo de técnica artística do Barroco originado na Holanda do Sul.

O artista nasceu na Antuérpia e era filho de um político holandês mas por serem da religião calvinista tiveram que sair da Antuérpia que ficava na parte da Holanda Espanhola. Porém devido a conexões com a corte, sua família mudou para Siegen, onde seu pai se converteu ao catolicismo e batizou Peter na religião católica. Assim, após a morte de seu pai ele e sua mãe retornam à Antuérpia. Foi graças a esta ligação com o catolicismo que Peter Paul Rubens…

View original post 743 more words

Atenção plena ou/or mindfulness

Atenção plena ou mindfulness

Atenção plena (ou mindfulness) é a prática que silencia o ruído que existe dentro de nós. Sem mindfulness, muitas coisas podem nos distrair. Certas vezes, somos arrastados pelo arrependimento e pela culpa de algo que aconteceu no passado. Revisitamos velhas memórias e experiências, somente para sofrer outra vez com a mesma dor que um dia vivemos.

É fácil se encontrar por trás das grades do passado. Também podemos ser distraídos pelo futuro. Uma pessoa ansiosa e com medo do futuro vive tão presa quanto quem não se esquece do passado. A ansiedade e a incerteza frente ao que está por vir chegam a impedir que escutemos o chamado da felicidade. Assim, o futuro também se torna uma espécie de prisão.

Mesmo tentando estar presente, muita gente sucumbe às distrações e se sente vazia, como se houvesse um buraco dentro de si. Nós desejamos alguma coisa, esperamos alguma coisa, nutrimos expectativas sobre algo que poderia tornar nossas vidas um pouco mais interessantes. Ansiamos por algo que possa mudar a situação atual, pois enxergamos o presente como entediante… como nada especial, como nada interessante.

Lembrando de retornar ao aqui e agora

A mindfulness costuma ser descrita como um sino que nos lembra de parar e escutar em silêncio. Podemos usar um sino ou qualquer outra coisa que nos ajude a recordar que não devemos nos distrair com o ruído que existe dentro de nós e ao nosso redor. Ao ouvir o sino, paramos. Em seguida, acompanhamos nossa inspiração e expiração, abrindo espaço ao silêncio. Digamos a nós mesmos: “Ao inspirar, sei que estou inspirando.”

Inspirando e expirando conscientemente, prestando atenção unicamente à nossa respiração, podemos silenciar o barulho que existe dentro de nós — o falatório sobre o passado, o futuro e sobre o desejo de algo mais. Em apenas dois ou três segundos de respiração consciente, despertamo-nos para o fato de que estamos vivos, respirando. De que estamos aqui. De que existimos. O ruído em nosso interior desaparece, abrindo um espaço generoso — além de muito poderoso e eloquente. E podemos responder ao chamado da beleza que existe ao nosso redor: “Eu estou aqui. Sou livre. E escuto o que você diz.” E o que significa “eu estou aqui”? Significa: “Eu existo. Estou aqui de verdade, pois não estou perdido no passado, no futuro, nos meus pensamentos, no barulho dentro de mim, no barulho que vem de fora. Estou aqui.”

——————

Mindfulness

Mindfulness is the practice that silences the noise that exists within us. Without mindfulness, many things can distract us. Sometimes we are swept away by regret and guilt over something that happened in the past. We revisit old memories and experiences, only to suffer again with the same pain that we once lived.

It is easy to find yourself behind the bars of the past. We can also be distracted by the future. An anxious and fearful person of the future lives as trapped as one who does not forget the past. Anxiety and uncertainty about what is to come prevent us from hearing the call of happiness. Thus, the future also becomes a kind of prison.

Even trying to be present, many people succumb to distractions and feel empty, as if there is a hole inside them. We want something, we expect something, we have expectations about something that could make our lives a little more interesting. We yearn for something that can change the current situation, as we see the present as boring … as nothing special, as nothing interesting.

Remembering to return to the here and now

Mindfulness is often described as a bell that reminds us to stop and listen in silence. We can use a bell or anything else that helps us to remember that we should not be distracted by the noise that exists within us and around us. When we heard the bell, we stopped. Then, we follow our inspiration and exhalation, making room for silence. Let us say to ourselves, “When I breathe in, I know that I am inhaling.”

Inhaling and exhaling consciously, paying attention only to our breathing, we can silence the noise that exists within us – the talk about the past, the future and the desire for something more. In just two or three seconds of conscious breathing, we wake up to the fact that we are alive, breathing. That we’re here. That we exist. The noise inside us disappears, opening up a generous space – in addition to being very powerful and eloquent. And we can respond to the call of beauty that exists around us: “I am here. I am free. And I listen to what you say. ” And what does “I am here” mean? It means: “I exist. I am truly here, because I am not lost in the past, in the future, in my thoughts, in the noise inside me, in the noise that comes from outside. I’m here.”

De Shantideva

De Shantideva:

Que eu me torne em todos os momentos, agora e para sempre:

Um protetor para os sem proteção,
Um guia para aqueles que perderam o seu caminho,
Um navio para os que têm oceanos a cruzar,
Uma ponte para aqueles com rios para atravessar,
Um santuário para aqueles em perigo,
Uma lâmpada para aqueles sem luz,
Um lugar de refúgio para aqueles que não têm abrigo,
E um servo para todos que precisam.

——————————-

De modo geral, as pessoas se preocupam com seu próprio bem-estar. Você não pode realmente saber se os conselhos deles são para o seu benefício – ou para eles próprios. Você pode encontrar alguns que parecem querer ajudá-lo, mas na verdade têm outras intenções e outros que sinceramente têm boas intenções, mas não têm sabedoria para dar bons conselhos. Levando isso em consideração, é melhor usar seu próprio cérebro e investigar sua situação do que confiar nos conselhos de outras pessoas. Pelo menos assim você não terá arrependimentos.

História da Cerveja

Fonte e Créditos: https://culturalizando.blog/2018/07/15/historia-da-cerveja/ A quem agradecemos.

Culturalizando

Os primeiros registros sobre a existência da cerveja são inscrições feitas numa pedra pelos sumérios, a civilização mais antiga que existiu. Há 6 mil anos a.C, quando a humanidade criou a civilização, também inventou a cerveja.

Os cereais eram armazenados em potes com água pelos sumérios, era um jeito de deixar esse tipo de alimento mais fáceis de comer. Eles perceberam que se deixassem essa mistura parada muito tempo, o caldo se tornava uma bebida que deixava as pessoas alegres.

A cerveja era muito popular entre os sumérios, existia casas de cerveja e eles tinham até uma deusa da cerveja chamada Ninkasi. Existe uma placa com o hino de Ninkasi, que na verdade é uma receita pra fazer cerveja.

receita_ninkasi Hino a Ninkasi.

Os egípcios também fabricavam cerveja, e os babilônios (povo que surgiu após os Sumérios) aperfeiçoaram a arte de fazer essa bebida, e inventaram dois tipos de cerveja.

cervejaegito A…

View original post 166 more words

Anthony van Dyck, um retratista do barroco flamengo

Culturalizando

Antoon van Dyck, nascido na região da Antuérpia na Bélgica no ano de 1599, foi um importante artista do movimento artístico conhecido como barroco flamengo, ou barroco produzido por artistas do sul da Holanda nos séculos XVI e XVII. Anthony van Dyck foi o pintor oficial da corte do rei inglês Carlos I, o artista revolucionou o gênero de retratos sendo referência neste assunto por quase cento e cinquenta anos.

O artista revelou seu grande talento para a pintura quando era apenas uma criança de dez anos de idade, Van Dyck, estudou técnicas artísticas com um famoso pintor na região da Antuérpia, Hendrick van Balen. Com apenas quinze anos, Anthony Van Dyck já é considerado um mestre e começa a fazer parte da conhecida Guilda de São Lucas.

O Casamento de Tétis e Peleu com Apolo e o Concerto das Musas, Hendrick van Balen.

Van Dyck abriu um estúdio…

View original post 663 more words